Carnaval-A data

Calendário variável

A data do Carnaval e da Páscoa muda todo ano e é fixada pela Igreja Católica. Ensine seus alunos a fazer o cálculo. Para isso, você precisa apenas de um calendário com as fases da lua.

A data do Carnaval
1- Comece explicando o equinócio e mostre que esse fenômeno ocorre duas vezes por ano, nos dias 21 de março e 23 de setembro. Neste caso, o que interessa é a primeira data.
2- Peça aos estudantes que localizem a primeira lua cheia após o equinócio.
3- Em seguida, eles devem encontrar o primeiro domingo após a lua cheia. Está decidida a data da Páscoa.
4- Agora, basta descontar a semana anterior ao domingo de Páscoa - a Semana Santa - e contar quarenta dias para trás (a Quaresma dos católicos). O quadragésimo dia será a Quarta-feira de Cinzas.

Fonte: revista Nova Escola - março de 2000


*    *    *    *    *

Conheça as datas da  Quarta-feira de Cinzas até o ano 2018:

2013 - 13 de fevereiro / 2014 - 05 de março / 2015 - 18 de fevereiro /
2016 - 10 de fevereiro / 2017 - 01 de março / 2018 - 14 de fevereiro /

Páscoa-A data


Calendário variável

A data do Carnaval e da Páscoa muda todo ano e é fixada pela Igreja Católica. Ensine seus alunos a fazer o cálculo. Para isso, você precisa apenas de um calendário com as fases da lua.

A- A data da Páscoa
1- Comece explicando o equinócio e mostre que esse fenômeno ocorre duas vezes por ano, nos dias 21 de março e 23 de setembro. Neste caso, o que interessa é a primeira data.
2- Peça aos estudantes que localizem a primeira lua cheia após o equinócio.
3- Em seguida, eles devem encontrar o primeiro domingo após a lua cheia. Está decidida a data da Páscoa.


B- A data do Carnaval
1- Comece explicando o equinócio e mostre que esse fenômeno ocorre duas vezes por ano, nos dias 21 de março e 23 de setembro. Neste caso, o que interessa é a primeira data.
2- Peça aos estudantes que localizem a primeira lua cheia após o equinócio.
3- Em seguida, eles devem encontrar o primeiro domingo após a lua cheia. Está decidida a data da Páscoa.
4- Agora, basta descontar a semana anterior ao domingo de Páscoa - a Semana Santa - e contar quarenta dias para trás (a Quaresma dos católicos). O quadragésimo dia será a Quarta-feira de Cinzas.

(Fonte: revista Nova Escola - março de 2000)

*    *    *    *    *

• Conheça as datas da Páscoa até o ano 2035:

2017 - 16 de abril / 2018 - 01 de abril / 2019 - 21 de abril /
2020 - 12 de abril / 2021 - 04 de abril / 2022 - 17 de abril /
2023 - 09 de abril / 2024 - 31 de março / 2025 - 20 de abril /
2026 - 05 de abril /2027 - 28 de março / 2028 - 16 de abril /
2029 - 01 de abril /2030 - 21 de abril / 2031 - 13 de abril /
2032 - 28 de março / 2033 - 17 de abril / 2034 - 09 de abril /
2035 - 25 de março
 

*    *    *    *    *

Edição e Pesquisa de Lenise M. Resende
Blog Lendo & Relendo Infantil

Páscoa-Símbolos 1


Símbolos Pascais
Edição e Pesquisa de Lenise M. Resende

A Páscoa possui diversos símbolos, com significados específicos. Além dos mais conhecidos, como o ovo e o coelhinho, existem muitos outros que a maioria das pessoas desconhece. Conheça alguns deles:

• Cruz da Ressurreição - Símbolo católico que significa, ao mesmo tempo, sofrimento e ressurreição de Cristo, o Salvador.

• Círio Pascal - É uma grande vela que possui cinco cravos, representando as chagas de Cristo quando crucificado, que se acende na Aleluia. Significa "Cristo, a luz dos povos" ou "Cristo Ressuscitado, radiante de glória". As letras gregas Alfa e Ômega nela gravadas querem dizer: "Deus é o princípio e o fim de tudo".
 
• XPistós (Christos) - O X e P gregos entrelaçados são as iniciais da palavra XPistós, Cristo

• Luzes, velas e fogueiras - Em certos países, os católicos apagam todas as luzes de suas igrejas na Sexta-feira da Paixão. Na véspera da Páscoa fazem um novo fogo para acender o Círio Pascal e o utilizam para reacender todas as velas da igreja. Então acendem suas próprias velas no grande Círio Pascal e as levam para casa a fim de utilizá-las em ocasiões especiais. Em muitas partes da Europa Central e Setentrional, é costume acender-se fogueiras no cume dos montes. As pessoas reúnem-se em torno delas e cantam hinos pascais.

• Trigo (pão) e Uva (vinho) - Na ceia do senhor, Jesus escolheu o pão e o vinho para dar vazão ao seu amor. Representando o seu corpo e sangue, eles são dados aos seus discípulos, para celebrar a vida eterna. O trigo (pão) e a uva (vinho) são material da Ceia e da Missa e devem fazer parte da ornamentação pascal. 

• O Aleluia (hino de louvor) e os sinos - O Aleluia é um dos mais expressivos hinos de louvor a Deus e é um canto de alegria. "Aleluia! Aleluia!" quer dizer: "Alegremo-nos! Alegremo-nos!" Os sinos também cantam a alegria da Ressurreição. Eles badalam alegremente anunciando a Aleluia.
 
• Cor branca - O branco é usado no Domingo de Páscoa simbolizando a paz.

• Girassol e outras flores amarelas e brancas - Essas cores expressam o ouro da realeza de Cristo e a Paz, por ele conquistada, para os filhos de Deus. O girassol tem um significado especial porque acredita-se que, assim como sua corola está sempre voltada para o sol, pela graça da Páscoa, nossas almas também se voltam para o Divino Sol, o Cristo Ressuscitado.

• Peixe - É o mais antigo dos símbolos de Cristo. Diz a tradição que Cristo é o Grande Peixe e nós somos os peixinhos de Cristo. E, por esse motivo, devemos sempre viver mergulhados na graça de Cristo, e na Vida Divina, trazidas a nós pela água do Batismo. É no Batismo que nascemos espiritualmente, assim como os peixinhos nascem dentro da água.

• Cordeiro - Simboliza Cristo, citado na Bíblia como o Cordeiro de Deus, que se sacrificou em favor de todo o rebanho. Na Páscoa da Lei antiga era sacrificado um cordeiro. A vítima pascal do Novo Testamento é Jesus Cristo, chamado Cordeiro Pascal. 

• Coelho - Por ser um animal com capacidade de gerar grandes ninhadas, sua imagem simboliza a capacidade da Igreja de produzir novos discípulos constantemente. No antigo Egito, o coelho simbolizava o nascimento e a nova vida. Alguns povos da Antiguidade o consideravam o símbolo da Lua. É possível que ele se tenha tornado símbolo pascal devido ao fato de a Lua determinar a data da Páscoa. A tradição do Coelho da Páscoa foi trazida à América por imigrantes alemães em 1700. O coelho visitava as crianças e escondia os ovos coloridos que elas teriam de encontrar na manhã de Páscoa.
 
• Ovo - A Igreja adotou o ovo oficialmente como símbolo da Páscoa, a partir do século 18. Assim, o ovo tornou-se o símbolo da ressurreição e da nova vida. Dá-lo de presente significa desejar que a vida se renove para a pessoa homenageada.
 
Fontes: Arquivo pessoal / Fábrica Garoto

Blog Lendo & Relendo Infantil

Páscoa-Símbolos 2

 
O carneiro
Edição e Pesquisa de Lenise M. Resende
 
O cordeiro, carneiro novo, é um dos símbolos da Páscoa. Ele simboliza Cristo, citado na Bíblia como o Cordeiro de Deus, que se sacrificou em favor de todo o rebanho. Na Páscoa da Lei antiga era sacrificado um cordeiro. A vítima pascal do Novo Testamento é Jesus Cristo, chamado Cordeiro Pascal.

O carneiro no dicionário:
 
carneiro - sm (lat carnariu) 1- Zool: Nome comum a numerosos mamíferos ruminantes do gênero Ovis, originários das regiões montanhosas do hemisfério norte e relacionados às cabras, das quais comumente se distinguem por uma constituição mais robusta, ausência de barba no macho e cornos, que, quando presentes, são mais divergentes e, nos machos mais velhos, muitas vezes enrolados em espirais laterais achatadas. 2- Mamífero ruminante (Ovis aries), há muito domesticado por sua carne, lã e outros produtos; Coletivo: malhada, rebanho. Voz: bala, bale. 3- Carne desse animal.
 
cordeiro - sm (lat vulg *cordariu), Carneiro ainda novo e tenro; anho, borrego. Voz: bala, bale; adjetivo: Diz-se da pessoa mansa, bondosa, inocente; Cordeiro de Deus: a) Jesus Cristo; b) o mesmo que Agnus Dei.

ovelha - sf (lat ovicula) 1- Fêmea do carneiro. Voz: bala, berra, barrega, berrega. Coletivo: chafardel, malhada, rebanho. 2- O paroquiano ou o diocesano relativamente ao seu pastor espiritual; Ovelha tinhosa: pessoa cuja companhia e exemplo se devem evitar por serem perniciosos; Ser uma ovelha negra: ser pessoa de costumes dissolutos, mau elemento, má companhia.

Fontes: Dicionário Michaelis.

*    *    *    *    *

Veja o tutorial da dobradura de carneiro em:
no marcador "Dobradura"

Páscoa-Livrinho


Livrinho do coelho de Páscoa

Use uma imagem de coelho de sua preferência, e faça um livrinho sobre a figura do coelhinho ou sobre os símbolos da Páscoa.

Lenise M. Resende

Dia dos Pais 1


2º domingo de agosto
Dia dos Pais
Edição e Pesquisa de Lenise M. Resende
 
 A data da comemoração brasileira é diferente da americana e europeia. Na Itália e Portugal, a data é comemorada no dia 19 de março, dia de São José, considerado pai por excelência na tradição católica. E, nos países de língua inglesa, o Dia dos Pais é em junho.
 
Nota - A festa de São Joaquim era celebrada no dia 16 de agosto. Mas, em 1970, o Papa Paulo VI associou num único dia, 26 de julho, a celebração de Santa Ana e São Joaquim, pais de Maria, mãe de Jesus.
 
O Dia dos Pais é festejado em datas diferentes pelo mundo:

. no dia 19 de março - Portugal, Angola, Espanha, Itália, Cabo Verde, Andorra e Listenstaine.
. no 3º domingo de junho - Argentina, Estados Unidos, Peru e Reino Unido.
. no mês de junho (mas em dias diferentes) - Áustria, Bulgária, Canadá, Dinamarca, Grécia, Lituânia, Paraguai, Polônia e República Dominicana.
. no 2º domingo de agosto - Brasil e África do Sul.
. no 1º domingo de setembro - Austrália e Nova Zelândia.
. no 2º domingo de novembro - Estônia, Finlândia, Noruega e Suécia.
 
(Fontes: Arquivo pessoal / Wikipédia)
 
*   *   *   *   *
Blog Lendo & Relendo Infantil

Natal-Símbolos 1

 
Símbolos do Natal 1       
Edição e Pesquisa de Lenise M. Resende

. Árvore de Natal - o pinheiro é a única árvore que não perde suas folhas durante o ano todo, permanecendo sempre viva e verde. Entre as várias versões sobre a origem da árvore de Natal, a maioria delas indica a Alemanha como o provável país. A versão mais aceita atribui a novidade ao padre Martinho Lutero (1483-1546), autor da reforma protestante do século XVI, que montou um pinheiro enfeitado com velas em sua casa. Queria, assim, mostrar às crianças como deveria ser o céu na noite do nascimento de Cristo. Na tradição católica o pinheiro foi escolhido por sua forma triangular, que representaria a Santíssima Trindade: Pai, Filho e Espírito Santo

. Azevinho - arbusto com folhas que apresentam um denteado irregular com feição de espinhos, flores brancas e frutos vermelhos. O azevinho simboliza o flagelo de Cristo e seus ramos são tradicionalmente utilizados como decoração no período natalino.

. Bengala - as primeiras decorações de árvore de Natal, nos Estados Unidos, foram feitas com papel colorido e balas de açúcar em forma de bengala. Nessa época não havia decorações artificiais de luzes e bolas brilhantes.

. Bolas - simbolizam as graças divinas que nos são concedidas diariamente; os frutos da árvore viva ou seja, o próprio Cristo.

. Enfeites - os enfeites para árvores podem ter originado de um costume druida de decorar velhos carvalhos com maçãs douradas para festividades nesse mesmo dia do ano. Os alemães decoravam suas árvores com papel colorido, doces e frutas. Essa tradição se espalhou pela Europa e chegou aos Estados Unidos através dos colonizadores alemães. Depois, espalhou-se pelo mundo. Os enfeites na cor vermelha lembram o sangue, a Encarnação que se opera no Natal.

. Fitas prateadas – conta uma lenda, que certa mulher uma vez enfeitou seu pinheiro de Natal com capricho, mas, durante a noite, as aranhas espalharam teias entre os ramos. Jesus viu, e, para evitar que a mulher se entristecesse, transformou todas as teias em fios de prata.

. Guirlanda - coroa de flores, ramos, etc. Enfeite de folhas ou flores entrelaçadas, formando uma faixa. Antes mesmo do nascimento de Cristo, no Ano Novo romano (1º de janeiro), as casas eram decoradas com guirlandas e luzes. Na Roma antiga, um ramo verde era voto de saúde. 

. Luzes e velas - As luzes que na época natalina iluminam casas, árvores e ruas, simbolizam Cristo como a luz no mundo. Em muitos países, algumas cidades revestem locais públicos, lojas e casas, com luzes de várias cores. As velas iluminam os ambientes e trazem a lembrança de que devemos ser luzes espalhando o nosso brilho. "Vós éreis trevas; sêde agora as luzes do Senhor!"

. Meias - a tradição de pendurar meias na lareira teve origem numa das histórias sobre a vida de São Nicolau. Ele ainda era jovem quando soube que em sua cidade vivia um homem muito pobre que não tinha dinheiro para realizar o casamento de suas três filhas. Nicolau, que era de família muito rica, deixou um saco de ouro na janela da filha mais velha. Depois, repetiu a boa ação com as outras duas moças, jogando um saco de ouro pela chaminé, onde secavam algumas meias. Daí o hábito das crianças deixarem as meias (ou sapatos) nas janelas ou chaminés à espera de presentes.

. Pinha – fruto do pinheiro que simboliza o desejo de fartura.

. Presentes - a troca de presentes representa o presente que Deus nos deu, quando Jesus nasceu para nós. Dar presentes de Natal foi ideia do Papa Bonifácio, no século 7. No Dia de Reis, ele distribuía pão ao povo, recebendo presentes em troca. Dar presentes no Natal é um costume de origem pagã. Os romanos comemoravam a Saturnália, no dia 17 de dezembro, com uma troca de presentes. No Ano Novo romano (1º de janeiro), eram distribuídos para crianças pobres. Tribos germânicas da Europa, após sua conversão ao Cristianismo, comemoravam o Natal com uma troca de presentes. Na Itália, Espanha e alguns outros países, as crianças recebem os presentes no dia 6 de janeiro. Em vários países europeus, os presentes são dados no dia 6 de dezembro, Dia de São Nicolau, o patrono das crianças. Segundo várias lendas, São Nicolau presenteava pessoas durante o período natalino. Uma tradição mais antiga remete aos presentes que os três Reis Magos deram a Jesus. 
 
*    *    *    *    *
Blog Lendo & Relendo Infantil

Calendário 1-Janeiro




Janeiro - Datas Comemorativas





01 - Dia da Confraternização Universal
01 - Dia de N. Sra. dos Navegantes
01 - Dia do Município / Dia Mundial da Paz
04 - Dia do Hemofílico / Dia da Abreugrafia
06 - Dia de Reis / Dia da Gratidão
07 - Dia da Liberdade de Culto
07 - Dia do Leitor (12/10 Dia Nacional da Leitura)
08 - Dia Nacional da Fotografia (19/08 Dia Mundial da Fotografia)

09 - Dia do Astronauta / Dia do Fico (1822)
14 - Dia do Treinador de Futebol
15 - Dia dos Adultos
15 - Dia Mundial do Compositor (07/10 Dia Nacional do Compositor)
17 - Dia dos Tribunais de Conta
18 - Dia Internacional do Riso
20 - Dia do Farmacêutico
20 - Dia de S. Sebastião (padroeiro da Cidade do Rio de Janeiro)
21 - Dia Mundial da Religião
24 - Dia da Previdência Social / Dia do Aposentado
24 - Dia da Promulgação da Constituição (1967)
25 - Dia Nacional do Carteiro
25 - Dia da Criação dos Correios e Telégrafos no Brasil
25 - Dia da Fundação da Cidade de São Paulo (1554)
27 - Dia do Orador
28 - Dia do Hanseniano / Dia do Portuário
28 - Dia da Abertura dos Portos do Brasil (1808)
29 - Dia do Jornalista
30 - Dia da Não Violência (Celebrado no dia da morte de Mahatma Gandhi (1869-1948), líder pacifista indiano que ensinava a não violência, a resistência pacífica à opressão)
30 - Dia da Saudade / Dia Nacional dos Quadrinhos
31 - Dia Mundial do Mágico (27/03 Dia do Circo - 10/12 Dia do Palhaço)
31 - Dia da Solidariedade

Calendário 2-Fevereiro




Fevereiro - Datas Comemorativas





. Volta às aulas > VER marcador "Volta às aulas"
. Carnaval - Festa móvel

01 - Dia do Publicitário
02 - Dia de Iemanjá / Dia do Agente Fiscal
05 - Dia do Datiloscopista
06 - Dia do Agente de Defesa Ambiental
07 - Dia Nacional do Gráfico
09 - Dia do Zelador
10 - Dia do Atleta Profissional
11 - Dia Mundial do Enfermo (Seu principal objetivo é sensibilizar os governos e a sociedade civil para que os enfermos tenham a melhor assistência possível)
14 - Dia Nacional da Amizade (20/07 Dia Internacional da Amizade)
16 - Dia do Repórter
19 - Dia do Esporte / Dia do Esportista
21 - Dia Internacional da Língua Materna (Instituído em 1999 pela UNESCO para celebrar a diversidade linguística e cultural no mundo)
22 - Dia da criação do IBAMA
27 - Dia Nacional do Livro Didático